O caminho até os Jogos Paralímpicos Rio 2016

..
Diário de La Loma 02
Por Collet
18/03/2012

Encontro de gerações

Mais uma semana se passou, completamos 14 dias de treinos duros por aqui, semana em que nosso horário foi modificado e passamos a treinar as seis da manhã, horário tortuoso, onde acordamos ainda com o dia escuro, me relembrando os velhos tempos do triathlon; quando acordava de madrugada para ir pedalar, fugindo do movimento dos carros. Mas aqui é assim mesmo, os horários da piscina são muito concorridos ,  outras equipes como a do Japão e da Flórida ocupam os horários subsequentes e assim ficamos fadados a ser a equipe “Galo da Madrugada”. Pela tarde, no segundo período de treinos, caímos na piscina as duas horas da tarde, nos obrigando a almoçar as 11:30, dando um certo tempo para a comidinha básica do refeitório assentar no estomago. Não que o rango seja ruim, mas sempre é a mesma coisa. Logo na segunda, dia 12, acordamos em jejum e fomos direto fazer os exames laboratoriais, onde nos divertimos muito com João Pereira (irmão do nadador olímpico Thiago Pereira), que não tem deficiência alguma, mas que nos acompanha nessa temporada de treinos. Menino novo e muito divertido, ele morre de medo de agulhas, e fica desesperado na hora da furada, fazendo caras e bocas, ao ponto de quase desmaiar. Na terça e na sexta, foram os dias mais puxados, onde tivemos séries fortes e precisamos fazer muita força para chegar aos tempos estabelecidos por nosso técnico Murilo,  que tem feito seu trabalho com muita dedicação. Juntamente com os resultados dos exames, ele nos pesa antes e depois dos treinos,  ficando atento a qualquer efeito  que eventualmente um de nós possa ter devido a altitude e verificando se estamos respondendo bem aos treinamentos. Eu e Susana somos os mais experientes da equipe, com muita bagagem de competições e treinamentos. Vemos que essa nova geração dotada de muita vontade e oportunidades, está com muita disposição de trazer resultados para nosso país, e nosso dia a dia tem se tornado muito interessante no que se diz respeito as trocas de experiências. Matheus Silva é um exemplo, um garoto exemplar, que diariamente vem se dedicando aos treinos e sempre vem buscando através de nossa vivência no esporte, algo que possa acrescentá-lo como atleta e pessoa. Aprendo também, bastante com essa garotada nova, que sempre tem algo novo a nos mostrar. Sábado fizemos apenas um treino,  forte, e que fechou a semana com chave de ouro. No domingo, acordei  as dez da manhã e aproveitei o resto da manhã em casa. Pela tarde passeei pelo centro de San Luis Potosi, vi a arquitetura tradicional, com muitas igrejas e ruas  estreitas de pedras, lembrando muito, o Pelourinho em Salvador . O povo daqui é muito alegre e hospitaleiro. Aproveitei para comer as comidas tradicionais e apimentadas daqui; que delícia. Vamos para última semana aqui no México, com muita disposição e com foco para Londres 2012.

Marcelo Collet

                                                       Treino dos "Galos da madrugada", tudo escuro mas com muita disposição.
Diário de La Loma 01
por Collet
11/03/2012

Chegamos ao México no último sábado, dia 3, uma equipe composta por 7 atletas,  um técnico e uma fisioterapeuta. Na bagagem, a esperança de bons treinos e um aproveitamento desse que é um centro de referência e  excelência para treinamentos em altitude.  La Loma é um amplo complexo esportivo instalado em uma área de 125 mil m2 e planejado para servir a atletas de diversas modalidades, como, natação, atletismo, triathlon, taekwondo  entre outras atividades esportivas. O local já recebeu campeões olímpicos e paraolímpicos como Cesar Cielo, Maurren Magi, Daniel Dias, além de feras como Michael Phelps. Vamos permanecer por 21 dias em San Luis Potosi, cidade que abriga o centro e fica a 1900 metros acima do nível do mar. Uma permanência adequada na altitude, desenvolve uma série de alterações fisiológicas, que visam um melhor transporte de oxigênio. Buscando aprimorar a entrada de oxigênio aos tecidos, muitos atletas de elite usam do treinamento na altitude para aperfeiçoarem a preparação física e melhorarem o desempenho ao nível do mar.
Estamos alojados em um condomínio que fica ao lado do centro, um apartamento amplo que possui 3 quartos, cozinha, banheiro, varanda, área de serviço para lavar roupas, internet; tudo para nos deixar a vontade e aptos a nos dedicarmos exclusivamente aos treinos. Os três primeiros dias de atividades foram mais leves visando uma adaptação. O corpo sente muito e por diversas vezes o cansaço e a falta de ar tornam o treino um pouco mais difícil. Essa é a minha segunda vez em La Loma, a primeira, foi meses antes de disputar as Paraolímpiadas de Pequim. Sei como esse sacrifício é valido diante aos resultados obtidos. Estamos fazendo dois treinos diários em uma piscina olímpica coberta,  além da parte física, que é realizada em uma moderna sala de musculação.  Todo começo de semana realizamos exames laboratoriais dentro do próprio centro, para o acompanhamento da evolução do quadro de cada atleta, vendo as condições de cada um e comparando os sucessivamente. Fizemos o primeiro na última segunda feira, e o fisiologista da seleção paraolímpica de natação, Paulo Adriano juntamente com o nutricionista Daniel Cady  avaliaram para ver se estamos dentro do padrão, o que foi confirmado por ambos. Nossa alimentação é realizada no próprio centro, almoçamos e jantamos por lá, somente o café da manhã e os lanches da tarde realizamos em casa, uma comida padrão que basicamente nos deixam satisfeitos. Espero dizer isso até os últimos dias. Ufa, chegamos ao fim de semana, nosso último treino foi as 3 horas da tarde de sábado, um treino forte que deixou todos de perna bamba, fomos ao shopping a noite, onde nos distraímos um pouco vendo as lojas, os mexicanos e comendo algo diferente da rotina, depois de uma semana sem doce, pude apreciar um sorvetinho de chocolate.  Hoje, domingo, estou aqui, retomando meu querido diário, um pouco mais longo do que o normal devido as apresentações de onde será nossa casa durante as próximas duas semanas com uma turma formada por mim, Susana Schnarndorf, Caio Amorim, Edênia Garcia, Matheus Silva, Phelipe Andrews, João Pereira além do técnico Murilo Barreto e da fisioterapeuta Renata Bezerra. Gostaria de agradecer aos meus patrocinadores Instituto Superar, Radix, ao meu técnico Murilo, a minha querida família que contribuíram para a minha presença aqui em busca de mais um objetivo; Londres 2012. Construir sonhos individualmente seria impossível!

Marcelo Collet


                           Piscina olímpica de La Loma 

Vote no Marcelo Collet

 Foto: Christophe Scianni/CPB
Collet está deixando o bigode crescer e enrolar









Nadador concorre a Melhor Atleta de Águas Abertas

O site Open Water Source, que premiará o Melhor Atleta de Águas Abertas de 2010, prometeu tentar corrigir a nacionalidade de Marcelo Collet na enquete com os internautas. No link http://www.openwatersource.com/vote-for-the-2010-world-open-water-swimming-performance-of-the-year.html Marcelo Collet aparece como mexicano. O Brasileiro disputa com outros 21 atletas do mundo todo. Para votar, basta acessar o link acima e selecionar o ícone número 10.
“Desde que percebemos o erro nossos programadores estão tentando consertar. O problema é que não queremos, ao corrigir este erro, perder os votos já computados. Nossas mais sinceras desculpas por esta confusão”, disse o responsável pelo site, Steven Munatones.
Melhor do mundo
O baiano Marcelo Collet conquistou um feito histórico em setembro de 2010. O nadador foi o primeiro atleta paraolímpico a atravessar o Canal da Mancha, entre a Inglaterra e a França. A conquista rendeu a Collet um reconhecimento internacional.
A travessia
Collet nadou os 39,3 km em 10h06min40seg, da Inglaterra à França. A maior dificuldade foi vencer o cansaço e o frio de 16ºC da água.
“O mais difícil foi o cansaço dos dois dias anteriores à prova, em que o frio incomodou mais”, contou Collet.
“Ele foi muito determinado. Eu caí n’água e não agüentei cinco minutos”, brincou Murilo, que também era só orgulho do pupilo.

Media Guide Comunicação
Assessoria de Imprensa do Comitê Paraolímpico Brasileiro

Diogo Mourão (diogo@mediaguide.com.br / 21 8301-0149)

Manoela Penna (manoela@mediaguide.com.br) / 21 8301-0123)
Em Brasília

Thalita Kalix (Media Guide) - (thalita.kalix@cpb.org.br / 61 3031 3035 / 61 8161 9271)

Janaína Lazzaretti (CPB) – (janaina.lazzaretti@cpb.org.br / 61 3031 3035 / 61 8161 9271)


http://www.cpb.org.br/comunicacao/noticias/que-mexicano-que-nada

ENTREVISTA NO MULTICULTURA - RADIO EDUCADORA DA BAHIA



Por Fagner Abrêu

Marcelo Collet foi entrevistado hoje, nos estudios da Rádio Educadora da Bahia, no programa Multicultura, por Dóris Pinheiro e Bruno Machado. Marcelo falou sobre o desafio da travessia do Canal da Mancha e as próximas provas que vai competir. Confiram o bate-papo na integra pelo áudio.
Diário do Canal - 17/09/2010

Sem palavras, estou irradiando felicidade, conquistei o Canal da Mancha em duras 10 horas 6 minutos e 40 segundos, que presente, o melhor de todos os tempos. O dia nasceu feliz, acordei quinze para as cinco, tomei meu café da manhã com sucrilhos, um pão de forma com queijo e suco de laranja. Pegamos um taxi até o porto de Dover, cidade vizinha da onde estamos e partimos para praia de Shakespeare, onde aconteceu a largada. Antes de cair na água, passei o Channel Greese ( lanolina misturada com vaselina) e fui com muita fé. Presenciei um nascer do dia lindo, no barco, Murilo (técnico), Igor (Guia), Felipe (documentarista), Andy (piloto do barco) e o fiscal do desafio que anotava tudo que se passava. Me hidratei com carboidratos líquido e gel, além de frutas de 30 em 30 minutos até a 6 hora de prova, mudando de 20 em 20 minutos nas horas restantes. O frio foi marcante em todo o desafio, porém a 5ª e 6º horas foram os momentos mais difíceis, onde as águas geladas me castigaram junto com dores musculares. Fiz a travessia por fases, o objetivo sempre foi chegar bem até a próxima hidratação e assim sucessivamente, chegando até a França. A chegada foi emocionante, o corpo já estava no automático, a cabeça movia tudo, corpo e alma. Parecia não acreditar ao ver a França a poucos metros. Subi numa pedra que ficava a beira de um penhasco deserto, precisava tirar o corpo todo da água, as pernas bambeavam me jogando de um lado ao outro,parecia um bezerro nascendo, levei um minutou até conseguir ficar de pé. Gritei muito, parecia um homem das cavernas ao descobrir fogo. Momentos que não tem como descrever, voltei ao barco, tremia mais que uma britadeira, comemoramos todos da equipe, dever cumprido. Voltamos de barco até  o porto de Dover, o telefone não parava de tocar, amigos, repórteres e família querendo notícias,pegamos um taxi até o hotel, tomei um banho de uma hora pois custou tirar todo channel greese, e agora estou aqui, escrevendo especialmente para você. Muito obrigado pela corrente positiva, nos vemos por aqui. Em breve postarei vídeo "Diário do Canal Extra" mostrando partes desse desafio.

Marcelo Collet
Chegada na França
Após travessia, me recuperando no barco
Andy, fiscal, Murilo, Igor, Collet e Felipe. Equipe do Canal
Diário do Canal - 16/09/2010

Chegou a hora, estou muito feliz, vou para o Canal fazer o que mais gosto, o prazer que estou vivendo nessas últimas horas é indescritivel, um friozinho na barriga, a ansiedade aumenta a cada momento, tudo preparado para encarar mais um desafio. Amanhã faço 30 anos e não tinha presente melhor, no jantar, a poucos instantes a equipe cantou parabéns adiantado, muito bom, todos aqui num bem comum. Agradeço a todos que vem me acompanhando, rezando e botando fé. Aos patrocinadores, Instituto Superar, Unimed Rio, Governo da Bahia, Embasa e ao Comitê Paraolímpico Brasileiro que acreditaram nesse projeto. Vou de corpo e alma e com a certeza de que farei meu melhor. Obrigado, mãe, pai, irmão,Tati, Iara, minha querida filha, Murilo meu técnico, vocês fazem parte desse sonho e se não fossem por vocês eu com certeza não seria essa pessoa que sou. Já valeu!

Marcelo Collet
Bolo de aniversário comemorando meus 30 anos que faço amanhã
Diário do Canal Extra - 16/09/2010 URGENTE

Estou muito feliz, acabo de receber a notícia do piloto do barco: O canal me chama amanhã as 6 horas da manhã! Que presente de aniversário, estou irradiante! Depois volto com mais informações. Obrigado a reza de todos!

Marcelo Collet
Treino realizado na tarde de hoje.
Foto: Joana Rizério
Diário do Canal - 15/09/2010

Me sinto muito pequeno diante de tudo isso, a natureza revela suas forças e nos coloca em cheque, tenho pensado em tudo que passei e ainda vou passar diante desse desafio e mesmo assim tenho a certeza de que estou fazendo a coisa certa, estou feliz, vivendo momentos que com certeza ficarão marcados pelo resto da minha vida. Para mim, o esporte representa muito mais do que vencer um adversário, significa desafiar minhas próprias limitações, me conhecer melhor, e isso me faz um bem inimaginável. Talvez quando descobrir meu limite, tudo perderá graça. Enquanto isso não acontece, sigo meus treinos por aqui. Hoje, nadei 40 minutos pela manhã e mais 40 minutos a tarde, em ambos os treinos o céu estava com sol, mas o vento não da trégua, continua forte. Igor (guia) ligou para o piloto do barco, Andy, que falou na possibilidade de eu nadar na noite de sexta para sábado, pois nesse período abre uma janela em que os ventos baixam de intensidade. Essa previsão só será confirmada na sexta, horas antes da largada, pois aqui, o tempo muda muito rapidamente. Rezo todos os dias por uma chance de nadar, seja dia ou noite, com luz ou não, o importante é estar no Canal em busca de meu objetivo. Hoje mais do que uma simples foto, vocês vão poder conferir o primeiro vídeo do treinos que venho realizando por aqui, não percam "Diário do Canal Extra".

Diário do Canal EXTRA - Treino Folkestone